Jesus nos evangelhos sinóticos

Reflexão Inicial:

Gênesis 3 # o pecado nos afasta da presença de Deus.

Mateus 5:21-26 # o pecado nos condena ao fogo eterno.

Romanos 3:23 #  pois todos pecaram e carecem da glória de Deus,

Como restabelecer o relacionamento com Deus? O que faço para agradar a Deus em Adoração?

 

Os Evangelhos Sinóticos:

Evangelho = eu + aggelion (grego) = boas novas => apresentam Jesus Cristo. Os quatro evangelistas contaram a mesma história, cada um a seu modo. Com poucas exceções importantes, os acontecimentos e ensinos incluídos no Evangelho de João (p. ex.: caps. 3; 9; 11; 14) não são encontrados nos primeiros três Evangelhos (Mateus, Marcos e Lucas), enquanto estes três possuem muito material em comum e compartilham de uma perspectiva semelhante. Por essas semelhanças em suas apresentações do ministério de Jesus, em suas estruturas, conteúdo e enfoque - baseados em testemunhas oculares, ministros da palavra, fontes escritas até sua autoria final, foram chamados SINÓTICOS por J.J. Griebach, para unir os três primeiros evangelhos e separá-los de João, que apresentará outro propósito, não menos importante, mas complementar; João retrata Cristo em meditação e comunhão, enquanto os sinóticos apresentam Jesus em ação.

Três questões são examinadas:

Como se formaram? Qual seu gênero Literário?

O que os evangelhos dizem sobre Jesus?

Esta última é uma pergunta fundamental no estudo do Novo Testamento, e aqui vamos nos concentrar. Em última análise, a direção de Deus através da inspiração do Espírito Santo (autor primário) era o fator controlador, trabalhando através do autor humano. Deus usou acontecimentos históricos e a pesquisa pessoal dos escritores dos Evangelhos para cumprir seus propósitos e a nossa confiança na veracidade das escrituras não depende da habilidade de especialistas para resolver problemas literários, mas no poder de Deus em cumprir suas promessas.

Isaías 55.10-11 “Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e a façam brotar, para dar semente ao semeador e pão ao que come, assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei.”

DESAFIO 1:

Qual o propósito central dos evangelhos sinóticos?

Apresentar Jesus Cristo, nosso Salvador e Senhor, narrando suas ações, milagres e ensinos para nos mostrar como podemos aplicar os princípios de uma vida santa em nosso dia-a-dia.

- Mateus ocupa-se com a vinda de Jesus Salvador Prometido.

- Marcos ocupa-se com a vida de Jesus Salvador Poderoso.

Lucas ocupa-se com a graça de Jesus Salvador Perfeito.

As promessas de Deus sobre a vinda do Messias (... AT );

O nascimento de Jesus (... estimado entre 6 e 4 a.C. );

Início do Ministério de Jesus ( ... cerca de 30 anos );

Ministério de Jesus (... pelo menos 2 anos );

A Morte de Jesus ( ... entre 30 d.C. e 33 d.C. )

 

Propósito:

Mateus 5:43-48 e Mateus 6 = Mateus nos apresenta Jesus com ensinamentos práticos para uma vida de fé e fundamentados na Rocha.

Orar com este propósito e perguntar a Deus:

O que o Senhor está falando comigo?

O que decido fazer hoje para aplicar os princípios de uma vida santa?

Ir. Rubens Santos
Prof. Escola Bíblica IBG

 

FONTE:

CARSON, D. A.; MOO, D. J.; MORRIS, L.  Introdução ao novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 1997.

MEARS, H. C. Estudo Panorâmico da Bíblia. São Paulo: Editora Vida, 2006.

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer